Decisões estratégicas para criar uma empresa global

A Easy Taxi, um dos principais aplicativos para transporte do mundo, quando foi criada já tinha como foco alcançar grandes mercados, e isso se deve muito pela combinação de uma ideia inovadora, bom produto, metas bem estabelecidas e muita pesquisa.

Mas como uma empresa se prepara para ser global?

Um dos seus co-fundadores, Marcio William, ressalta que antes de começar a expansão do negócio, a empresa se dedicou a conhecer muito bem o mercado de cada lugar em que planejava se estabelecer, conhecer pontos fortes e fracos, a cultura, costumes dos consumidores, pois cada região possui suas particularidades.

No estudo de caso sobre a Easy Taxi produzido pela Academia PME, uma dica compartilhada por William para quem deseja empreender tendo como meta ser global é cercar-se de pessoas e parcerias estratégicas, isto é, que conheçam as particularidades e características de cada lugar.

Após dedicar-se a conhecer todos os pontos mencionados, adaptações no aplicativo foram necessárias, conforme os dados levantados sobre cada região e suas especificidades. Mudanças de tela, acessibilidade, adoção de novos modelos na hora da negociação cliente-taxista, dentre outras adaptações foram realizadas

Empresas que nasceram para ser globais tendem a crescer rapidamente, e não de forma linear, como acontece em empresas matriciais (organizações que trabalham sempre orientadas e focadas a projetos, onde um projeto agrega vários elementos funcionais). Estão sempre sujeitas às mudanças tecnológicas, sempre se aperfeiçoando e em constante movimento, já que todo o cenário pode mudar de uma hora para outra.

Easy Taxi: uma organização exponencial

Essa característica global de empresas como a Easy Taxi se enquadra no conceito de organização exponencial, abordado no livro Organizações Exponenciais, dos autores Salim Ismail, Michael S. Malone e Yuri Van Geest.

Segundo os autores do livro, uma organização exponencial é “aquela cujo impacto (ou resultado) é desproporcionalmente grande- pelo menos dez vezes maior- […], devido ao uso de novas técnicas organizacionais que alavancam as tecnologias aceleradas. […] as Organizações Exponenciais são construídas com base nas tecnologias da informação, que desmaterializam o que antes era de natureza física e o transfere ao mundo digital sobre demanda.”

Nesse contexto, a Easy Taxi se encaixa devido a três motivos evidentes: partiu de uma ideia inovadora que, por sua vez, é sustentada por muita tecnologia digital (desenvolvimento e implementação do aplicativo, além de adaptações conforme a região), foi criada para ser global e obteve um crescimento exorbitante em um curto tempo.

E o que mais é importante saber sobre globalização?

A globalização, fenômeno que consiste num conjunto de transformações na ordem política e econômica mundial desde o final do século XX, é destacada pela especialista Mônica A. Clemente como o principal fator de incentivo às empresas que possuem um bom produto, adaptável a mercados e que almejem expandir seus negócios ao redor do mundo. Nesse contexto, Mônica destaca três pilares essenciais na hora em que um empreendedor decide se lançar num mercado global, sendo eles:

  1. Bom Plano de Negócios

A elaboração de um Plano de Negócios consistente que desde o nascimento da empresa já traga como meta a entrada em mercados externos. A partir da clareza dos objetivos e metas da organização, é possível traçar estratégias e ações mais assertivas para a conquista do que foi proposto.

  1. Conhecimento do mercado

A entrada no mercado em qualquer situação deve ser sempre precedida de uma ampla pesquisa. Ao expandir seus negócios para além das fronteiras originais, esse procedimento deve ser repetido. Conhecer cultura, hábitos, costumes, população, indicadores econômicos e sociais, legislação, além de idioma e formas de expressão, são quesitos fundamentais para a quebra de barreiras de entrada e a adaptação bem-sucedida em âmbito global.

  1. Parcerias

Estabelecer parceiros e parcerias também é uma boa prática para quem deseja atingir o sucesso global. Relacionar-se com pessoas locais que possam contribuir para uma melhor adaptação do produto, serviço ou negócio no novo mercado.

Para continuar aprendendo sobre empresas globais, clique e acesse o banner abaixo o estudo de caso completo sobre a Easy Taxi!

 



Comentários

Send this to friend